Enem 2020: confira as principais mudanças do edital

Publicado em 31.03.2020 - Enem, Notícias - Sem comentários

O edital do Exame Nacional do Ensino Médio 2020 (ENEM) foi divulgado na tarde desta terça-feira, 31 de março. Em meio à pandemia do Coronavírus, o edital chega com algumas novidades para aplacar o ânimo dos estudantes que acreditavam que o Exame poderia ser adiado ou até mesmo cancelado para este ano. A grande novidade do ENEM 2020 ficou por conta da modalidade virtual do exame. 

Foram divulgadas duas versões do edital: uma para o Enem tradicional – com provas impressas – e outra para o Enem Digital.

É isso mesmo, agora, o participante tem a opção de escolher fazer a prova impressa ou digital.

Embora as provas digitais estejam disponíveis para realização em diversos municípios, o número de vagas é limitado a 100 mil inscrições. O Colégio Sagrado Coração de Maria separou as principais informações com tudo o que você precisa saber para já começar a se preparar para o Exame Nacional do Ensino Médio 2020 – impresso ou digital!

Datas e estrutura das provas

As datas de aplicação dos exames foram mantidas.
Conforme já havia sido divulgado pela banca organizadora, INEP, as provas serão aplicadas seguindo seguinte cronograma:

  • Dias 11 e 18 de outubro: aplicação do Enem Digital;
  • Dias 01 e 08 de novembro: aplicação das provas do Enem Tradicional.

Mesmo com duas versões do exame, a estrutura das provas seguirá a mesma: são cinco provas aplicadas em dois dias. Os conteúdos serão divididos da seguinte forma:

1º dia de provas: 

  • 45 questões de múltipla escolha de Linguagens, Códigos e Tecnologias;
  •  45 questões de múltipla escola de Ciências Humanas e Tecnologias;

2º dia de provas: 

  • 45 questões de múltipla escolha de Ciências da Natureza e Tecnologias;
  • 45 questões de múltipla escolha de Matemática e Tecnologias.

Taxa de inscrição

Mais um ponto inalterado. A taxa permanece em R$85,00 e deve ser paga até 28 de maio. Os passos para solicitação de isenção da taxa estão descritos no edital. Confira aqui: https://enem.inep.gov.br/

Prova Digital

A estrutura das provas do Enem Digital será a mesma do Enem Tradicional e serão disponibilizadas 100 mil inscrições, com a possibilidade de realização em municípios brasileiros.

O candidato interessado na prova digital deve fazer a opção no momento de inscrição. As provas serão distribuídas por município e por ordem de inscrição. A opção pela prova digital não poderá ser alterada após a confirmação da inscrição. Confira a disponibilidade de vagas nos estados em que a Rede sagrado está presente:

Municípios de aplicação do Enem Digital
Estado Cidade Número de vagas
DF Brasília 4.024
ES Cariacica 532
ES Pedro Canário 637
ES Vila Velha 532
ES Vitória 793
MG Alpinópolis 546
MG Araxá 593
MG Belo Horizonte 8.133
MG Contagem 722
MG Ipatinga 470
MG Itajubá 772
MG Juiz de Fora 3.095
MG Montes Claros 688
MG Passos 738
MG Poços de Caldas 544
MG Sete Lagoas 481
MG Uberlândia 595
RJ Niterói 647
RJ Nova Iguaçu 764
RJ Rio de Janeiro 8.977
RJ Volta Redonda 674

Cronograma

Além das datas de aplicação da prova, o edital traz também o cronograma completo do exame. Confira:

Cronograma Enem 2020
Justificativa de ausência no Enem 2019
Solicitação de isenção da taxa de inscrição do Enem 2020
Justificativa e solicitação de isenção 06 a 17/04/2020
Resultado 24/04/2020
Recurso 27/04 a 01/05/2020
Resultado do recurso 07/05/2020
Inscrições 11 a 22/05/2020
Pagamento da taxa de inscrição 11 a 28/05/2020
Atendimento especializado Solicitação 11 a 22/05/2020
Resultado 29/05/2020
Recurso 1º a 05/06/2020
Resultado do recurso 10/06/2020
Tratamento pelo nome social Solicitação 25 a 29/05/2020
Resultado 05/06/2020
Recurso 08 a 12/06/2020
Resultado do recurso 18/06/2020
Enem Digital 11 e 18/10/2020
Enem Impresso 1º e 08/11/2020

 

Casos passíveis de reaplicação do exame

O edital traz, ainda, o detalhamento dos casos passíveis de reaplicação do exame, que são, basicamente, relacionado a problemas logísticos durante a aplicação do ENEM 2020.
Podem solicitar a reaplicação do exame, até o dia 13 de novembro, pessoas que se considerarem prejudicadas por:

  • desastres naturais (que prejudiquem a aplicação do Enem por comprometer a infraestrutura do local de realização das provas);
  • falta de energia elétrica (caso o candidato não consiga fazer a prova por ausência de luz natural);
  • falha no dispositivo eletrônico fornecido ao participante que solicitou uso de leitor de tela;
  • erro de execução de procedimento de aplicação pelo aplicador que prejudique o participante.

 

Todos os casos serão julgados individualmente pelo Inep.

 

Para saber mais, acesse o edital na íntegra, clicando aqui. 

 

Texto com informações do Blog Imaginie